SITUAÇÃO DA SECA NO NORDESTE DEVE PIORAR EM 2013

banner_seca

Os investimentos no Semiárido nordestino minimizaram fortemente os efeitos da seca, proporcionando melhores condições aos moradores, que enfrentem uma das mais graves estiagens dos últimos 30 anos. É o que declarou ontem Antônio Gomes Barbosa, coordenador do Programa Uma Terra e Duas Águas, da rede de organizações Articulação no Semiárido Brasileiro (ASA). Mas reconhece que, a partir deste mês, a situação tende a ficar mais grave, castigando a região em 2013.

As chuvas típicas de abril e maio ficaram abaixo dos níveis esperados. Pelas previsões do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), as precipitações podem ficar aquém do previsto na última semana de novembro. A previsão é que chova em janeiro, em algumas cidades e abaixo do volume necessário para reverter o cenário.

Fonte: http://www.luisgomesrn.com/portal/modules/news/article.php?storyid=984